Publicado por: osvaldopalmeira | julho 1, 2011

Alice na cidade das mara…vilhas!

Antonio Nunes de Souza*

Seria tão bonito se fosse mais uma estória infantil para diversão das crianças e adultos, mas, infelizmente, trata-se de uma estória de humor negro (será que tenho que escrever: humor afro-descendente?), que todos estão engolindo goela a baixo, uns nada ligando, outros poucos reclamando sem ecos e a maior parte preocupada com futebol, festas juninas, etc. e deixam o barco correr a deriva em alguns momentos, e em outros com o timoneiro fazendo manobras perigosas em direção a um trágico naufrágio, porém, a capitania e seus auxiliares estarão cheios de equipamentos salva vidas, para no futuro rir dos passageiros da embarcação, que é o pobre povo de Itabuna. Os passageiros da agonia que continuam se deixando enganar com o velho truque do pão e circo!

D. Alice (que tenho a maior estima e adoraria que ela fosse apenas dona de casa), presidente do DEM local, colocou o seu pupilo, o sorridente Capitão Azevedo (cover do ator global José Mayer) na prefeitura do município, e este, parecendo um menino se divertindo com um brinquedo novo e lucrativo, faz da sociedade itabunense gato e sapato, com atos e desatinos (sem justificativas pertinentes), atropelando até as determinações de leis municipais, estaduais e federais, conforme as inúmeras denúncias de alguns corajosos jornais e blogs da mídia. E, por incrível que pareça, praticamente em todas as áreas têm fatos que necessitam de esclarecimentos sólidos e claros, mas, apenas ouvimos e lemos declarações nebulosas.

Será que estamos sendo governados por um partido democrático ou demoníaco? Sinceramente, essas dúvidas nos afligem bastante, não que estejamos sendo tendenciosos partidariamente, porém, se faz mister que, já que houve uma confiabilidade dos eleitores, devemos todos nós, pertencente a qualquer linha política que seja, nos unirmos para mostrar que a sociedade organizada(?) e o povo, merecem mais atenção e respeito.

Agora, depois das estripulias demolidoras de patrimônios históricos e culturais, estamos estarrecidos com a notícia da constrição de 300 casas na área do aeroporto Thertuliano Guedes de Pinho, nosso único e modesto aeroporto (mas, com capacidade de receber aviões de pequenos e médios portes e abrigar o aeroclube), quando o município dispõe de outras áreas que podem ser disponibilizadas sem que seja eliminando um patrimônio que lutamos tantos anos para conseguir, e foi doado ao município para a finalidade específica que sempre nos serviu por mais de 60 anos.

Não quero ser um chato repisando esses assuntos, porém, toda semana somos surpreendidos com mais uma novidade nada agradável e, por uma questão de amar a minha comunidade, não consigo ficar calado e, com justas razões, coloco-me não como acusador e sim cobrando explicações plausíveis dos acontecimentos e da mudez e omissão de muitos que podem refrear esse tsunami público. Certamente, as águas vão rolar em grandes ondas, com a provável privatização da Emasa, já comentada e tentada há vários anos e agora está voltando à baila!

Peço, encarecidamente, a D. Alice que chame esse homem a atenção, para que possamos dizer que nossa estória é Alice no município das maravilhas, e não na cidade das Mara…cutaias!

*Escritor (Vida Louca – ansouza_ba@hotmail.com – antoniomanteiga.blogspot.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: